O surgimento da “zebra” no futebol

No Campeonato Carioca de 1964, no jogo disputado no dia 23 de julho nas Laranjeiras, pelo Campeonato Carioca, surgiu a “zebra” no futebol. Em um jogo contra a equipe do Vasco da Gama (RJ), o técnico da Lusa carioca Gentil Cardoso teria dito, em mais uma de suas frases folclóricas, que naquela partida podia dar “zebra”. A equipe vascaína, favorita, perdeu a partida por 2 a 1 e o time vencedor acabou ficando com o primeiro apelido de “zebra” no futebol (quando um time de menor expressão consegue desbancar um adversário de maior envergadura), tendo também o referido animal como mascote do clube.

“Faz o L aí”, a comemoração dos gols de Germán Cano pelo Vasco da Gama: uma homenagem ao seu filho

A cada gol com a camisa do Vasco da Gama, o artilheiro Germán Cano comemora fazendo o L com as mãos, símbolo que é uma homenagem ao seu filho Lorenzo. A comemoração logo se popularizou entre os jogadores e pais que têm filhos com nomes que se iniciam com a letra L. O jogador Nenê do Vasco, pai também de filhos com nomes com L nas iniciais, Lucas e Leonardo, inclusive chegou a comemorar junto com Germán Cano, ambos fazendo o L, na vitória vascaína por 2 a 1 diante da equipe do Coritiba, pelo Brasileirão Série B, no dia 16/10/2021. Nesse jogo, inclusive, tanto Germán Cano quanto Nenê balançaram as redes adversárias, um gol cada.

No Carioca de 1929, Vasco campeão e Flamengo vice-lanterna

No Carioca de 1929, o Vasco da Gama foi o campeão com 33 pontos obtidos, com o Flamengo quase rebaixado, na vice-lanterna (12 pontos somados), com a ida para a segunda divisão apenas do último colocado do torneio, que foi o SC Brasil, com apenas 4 pontos ganhos, na décima primeira posição. O Gigante da Colina conquistou o seu primeiro título estadual após a construção de São Januário.

O Carioca de 1926 que o Vasco fez uma bela campanha

Em 1926, o Vasco da Gama fez uma bela campanha com 66 gols feitos, 30 gols sofridos, 36 gols de saldo positivo (o melhor da competição), em 18 jogos, mas o título ficou com o time do São Cristóvão, que terminou a competição com 30 pontos (um a mais que a equipe dos Camisas Negras, que acabou o campeonato com 29), após uma avassaladora vitória por 5 a 1 sobre a equipe do Flamengo, que terminou o torneio 10 pontos atrás do Bacalhau, com apenas 19 pontos conquistados, na quinta posição, atrás ainda de Fluminense (com 27) e da equipe do Bangu (com 21). O Botafogo terminou com 14 pontos conquistados, 15 pontos a menos que o Cruzmaltino. Para se dimensionar o exitoso saldo positivo de 36 gols do Vasco, a equipe do SC Brasil (última colocada) terminou com o pior saldo do Estadual do Rio de Janeiro de 1926, com 54 gols negativo.