As principais estrelas do futebol brasileiro ao longo dos tempos e que vestiram a camisa Vasco da Gama (ao menos uma vez ao longo da carreira)

Russinho (destaque brasileiro na primeira Copa do Mundo de Seleções, em 1930, que foi disputada no Uruguai),

Leônidas da Silva (foi o artilheiro da Copa do Mundo de Seleções de 1938, com 7 gols),

Heleno de Freitas (em seu auge, na década de 1940, não houve Copas do Mundo, por conta da Segunda Guerra Mundial),

Ademir de Menezes (um dos grandes destaques no Mundial de Seleções de 1950, pela Seleção Brasileira, tendo sido o artilheiro da competição, com 9 gols),

Zizinho (melhor jogador da Copa do Mundo de 1950 , que foi disputada no Brasil),

Vavá (o “Leão da Copa” de 1958, artilheiro com 4 gols, ao lado de Guarrincha e de outros jogadores),

Guarrincha (grande destaque da Seleção Brasileira, no título do Campeonato Mundial de 1962, artilheiro ao lado de Vavá e de outros jogadores com 4 gols),

Pelé (grande destaque no tricampeonato mundial da Seleção Brasileira em 1970 com 4 gols e sendo eleito o melhor jogador da competição),

Tostão (tricampeão mundial pela Seleção, em 1970, anotando 2 gols, tendo sido um dos grandes destaques do time, ao lado de Pelé e Jairzinho),

Roberto Dinamite (destaque da Seleção Brasileira na Copa do Mundo de 1978 e artilheiro do time com 3 gols),

Zico (destaque da Seleção Brasileira na Copa do Mundo de 1982, com 4 gols),

Romário (destaque da Seleção Brasileira no Mundial de Seleções de 1994, na conquista do tetracampeonato, tendo sido o artilheiro da equipe com 5 gols),

Bebeto (um dos grandes nomes da Seleção Brasileira na Copa do Mundo de 1994, ao lado de Romário e na Copa do Mundo de 1998, ao lado de Ronaldo fenômeno).

*Outro grande craque da história do futebol do país em Copas do Mundo quase chegou a jogar no Vasco da Gama, em 2015. O jogador pentacampeão mundial com a Seleção Brasileira em 2002, Ronaldinho Gaúcho, um dos destaques daquela conquista, junto com Ronaldo Fenômeno e Rivaldo, estava praticamente certo como reforço do Cruzmaltino, chegando a ser anunciado pelo clube, pois estariam faltando apenas alguns detalhes para ele ser anunciado oficialmente, porém o negócio não se concretizou e o jogador acabou indo, na época, para a equipe do Fluminense (RJ). Atuou também pelo Flamengo, no Rio de Janeiro.

** outro jogador brasileiro destaque em Copas do Mundo, pentacampeão em 2002 e artilheiro da Seleção Brasileira com 8 gols naquela competição, Ronaldo fenômeno não chegou a jogar pelo Vasco da Gama, apenas nas equipes do São Cristóvão e do Flamengo, no Rio de Janeiro.

*** O jogador Neymar, destaque brasileiro nas Copas do Mundo de 2014 e de 2018 e o principal nome do Brasil no ouro olímpico em 2016, no Rio de Janeiro, também não atuou pelo Vasco da Gama.

Total de temporadas do Vasco com títulos e sem títulos (Primeiros/Segundos Quadros)

Temporadas do Vasco com títulos (75): 1920, 1922, 1923, 1924, 1925, 1926, 1927, 1928, 1929, 1930, 1931, 1932, 1934, 1936, 1937, 1940, 1941, 1942, 1943, 1944, 1945, 1946, 1947, 1948, 1949, 1950, 1952, 1953, 1956, 1957, 1958, 1961, 1962, 1963, 1964, 1965, 1966, 1967, 1970, 1972, 1973, 1974, 1975, 1976, 1977, 1979, 1980, 1981, 1982, 1984, 1986, 1987, 1988, 1989, 1990, 1991, 1992, 1993, 1994, 1995, 1997, 1998, 1999, 2000, 2001, 2003, 2004, 2009, 2010, 2011, 2015, 2016, 2017, 2019, 2021.

Temporadas do Vasco sem títulos (31): 1916, 1917, 1918, 1919, 1921, 1933, 1935, 1938, 1939, 1951, 1954, 1955, 1959,1960, 1968, 1969, 1971, 1978, 1983, 1985, 1996, 2002, 2005, 2006, 2007, 2008, 2012, 2013, 2014, 2018, 2020.

Vasco da Gama (futebol masculino): principais resultados esportivos (ano a ano)

1916: –

1917: –

1918: –

1919: –

1920: Campeão Carioca de Segundos Quadros da Segunda Divisão

1921: –

1922: Campeão Carioca da Série B da Primeira Divisão e Campeão da Taça Constantino (posse provisória)

1923: Campeão Carioca

1924: Campeão Carioca, Campeão Carioca de Segundos Quadros, Campeão da Taça Constantino (posse definitiva) e Campeão de Terra e Mar

1925: Campeão da Taça Barão de Cuprtin

1926: Campeão do Torneio Início

1927: Campeão do Troféu Pregão da Victoria

1928: Campeão Carioca de Segundos Quadros e da Taça Alberto Baccarat/SP

1929: Campeão do Torneio Início, do Carioca e Vice-campeão da Taça dos Campeões Estaduais RJ/SP

1930: Campeão do Torneio Início e da Taça Monroe

1931: Campeão do Torneio Início, da Taça Monroe e da Taça Myrurgia/Espanha

1932: Campeão do Torneio Início

1933: –

1934: Campeão Carioca, do Carioca de Amadores, de Terra e Mar e Vice-campeão da Taça dos Campeões Estaduais RJ/SP

1935: –

1936: Campeão da Taça dos Campeões Estaduais RJ/SP, Carioca, do Carioca de Amadores e de Terra e Mar

1937 Campeão do Troféu da Paz, do Troféu Bronze da Vitória, da Taça Pinto Bastos e Carioca de Amadores

1938: –

1939: –

1940: Torneio Internacional Dr. Luiz Aranha

1941: Campeão Carioca de Amadores

1942: Campeão do Torneio Início e do Carioca de Aspirantes

1943: Campeão Carioca de Aspirantes

1944: Campeão do Torneio Municipal, do Torneio Relâmpago e do Torneio Início

1945: Campeão Carioca, do Torneio Municipal, do Torneio Início, de Terra e Mar e Vice-campeão da Taça dos Campeões Estaduais RJ/SP

1946: Campeão do Torneio Municipal, do Torneio Relâmpago e do Carioca de Aspirantes

1947: Campeão da Taça Centenários, do Campeonato Carioca, do Torneio Municipal, do Carioca de Aspirantes, de Terra e Mar e Vice-campeão da Taça dos Campeões Estaduais RJ/SP

1948: Campeão Sulamericano de Clubes Campeões, do Torneio Início, do Carioca de Aspirantes e do Torneio Gérson dos Santos Coelho/RJ

1949: Campeão Carioca, do Carioca de Aspirantes e de Terra e Mar

1950: Campeão Carioca, de Terra e Mar e Vice-campeão do Torneio Rio São Paulo

1951: Terceiro lugar na Copa Rio Internacional (competição precursora do Mundial de Clubes)

1952: Campeão Carioca, de Terra e Mar e Vice-campeão do Torneio Rio São Paulo

1953: Campeão do Octogonal Rivadávia Corrêa Meyer, do Quadrangular Internacional do Rio, do Torneio Internacional do Chile e Vice-campeão do Torneio Rio São Paulo

1954: –

1955: –

1956: Campeão Carioca e de Terra e Mar

1957: Campeão do Torneio de Paris (Mundial de Clubes à época), do Troféu Teresa Herrera (Espanha), do Torneio de Santiago (Chile), do Quadrangular de Lima (Peru) e Vice-campeão do Torneio Rio São Paulo

1958: Campeão do Torneio Rio São Paulo, Carioca, de Terra e Mar e do Torneio Início

1959: Vice-campeão do Torneio Rio São Paulo

1960: Campeão Carioca de Aspirantes

1961: Campeão Carioca de Aspirantes

1962: Campeão do Troféu Mãe Pátria

1963: Campeão do Torneio de Santiago (Chile) e do Pentagonal do México

1964: Campeão do Torneio Cidade de Belém (PA) e Carioca de Aspirantes

1965: Campeão do Torneio IV Centenário da Cidade do Rio de Janeiro, da Taça Guanabara, do Torneio Cinquentenário da Federação Pernambucana (PE) e Vice-campeão da Taça Brasil e do Torneio Rio São Paulo

1966: Campeão do Torneio Rio São Paulo, do Carioca de Aspirantes e da Taça Raul Guimarães de Aspirantes

1967: Campeão Carioca de Aspirantes

1968: –

1969: –

1970: Campeão Carioca e de Terra e Mar

1971: –

1972: Campeão da Taça José de Albuquerque

1973: Campeão do Troféu Pedro Novaes e do Torneio Erasmo Martins Pedro

1974: Campeão Brasileiro e da Taça Oscar Wright da Silva

1975: Campeão da Taça Danilo Leal Carneiro

1976: Campeão da Taça Guanabara e do Torneio Heleno Nunes

1977: Campeão Carioca, da Taça Guanabara, da Taça Manoel do Nascimento Vargas Netto e do Torneio Imprensa de Santa Catarina

1978: –

1979: Campeão do Troféu Cidade de Sevilla, do Troféu Cidade de Elche e Vice-campeão Brasileiro

1980: Campeão do Troféu Colombino (Espanha), do Torneio João Fernandes (AM) e da Taça Gustavo de Carvalho

1981 Campeão do Torneio Ilha de Funchal (Portugal), do Torneio João Havelange (MG) e da Taça Ney Cidade Palmeiro (RJ)

1982: Campeão do Torneio de Verão do Uruguai, do Carioca, de Terra e Mar e do Torneio João Castelo (MA)

1983: –

1984: Campeão da Taça Rio e Vice-campeão Brasileiro

1985: –

1986: Campeão da Taça Guanabara e da Taça Cidade de Juiz de Fora (MG)

1987: Campeão do Troféu Ramon de Carranza (Espanha), da Copa Ouro (EUA), da Copa TAP (EUA), do Carioca, da Taça Guanabara e da Taça Cidade de Juiz de Fora (MG)

1988: Campeão do Troféu Ramon de Carranza, do Carioca, da Taça Rio e da Taça Brigadeiro Gerônimo Bastos

1989: Campeão Brasileiro, do Torneio de Metz/Lorena (França) e do Troféu Ramon de Carranza

1990: Campeão da Taça Guanabara, da Taça Adolpho Bloch (Torneio Extra) e Vice-campeão da Supercopa do Brasil

1991: Campeão do Torneio da Amizade (Gabão)

1992: Campeão Carioca, da Taça Guanabara, da Taça Rio, do Campeonato da Capital (Segunda fase do Grupo da Capital da Copa Rio) e da Copa Rio

1993: Campeão Carioca, da Taça Rio, da Copa Rio, do Torneio João Havelange (RJ/SP) e do Troféu Cidade de Barcelona (Espanha)

1994: Campeão Carioca e da Taça Guanabara

1995: Torneio Palma de Mallorca (Espanha)

1996: –

1997: Campeão Brasileiro e do Troféu Bortolotti (Itália)

1998: Vice-campeão Mundial, Campeão da Libertadores da América, do Carioca, da Taça Guanabara, da Taça Rio e de Terra e Mar

1999: Campeão do Torneio Rio São Paulo e da Taça Rio

2000: Campeão da Copa Mercosul, do Brasileiro e da Taça Guanabara

2001: Campeão da Taça Rio

2002: –

2003: Campeão Carioca, da Taça Guanabara e da Taça Rio

2004: Campeão da Taça Rio

2005: –

2006: Vice-campeão da Copa do Brasil

2007: –

2008: –

2009: Campeão Brasileiro da Série B

2010: Campeão da Copa da Hora (SC)

2011: Campeão da Copa do Brasil e Vice-campeão Brasileiro

2012: –

2013: –

2014: –

2015: Campeão Carioca

2016: Campeão Carioca e da Taça Guanabara

2017: Campeão da Taça Rio

2018: –

2019: Campeão da Taça Guanabara

2020: –

2021: Campeão da Taça Rio

Maior período sem títulos da história do Vasco da Gama

Embora a trajetória do futebol masculino vascaíno seja de muitas conquistas, o Vasco, nos primeiros anos da prática do futebol pelo clube, passou 6 anos sem conquistas, de 1916 a 1921, até conquistar o seu primeiro título nos primeiros quadros, no ano de 1922 (Campeonato Carioca da Série B da Primeira Divisão). Antes, em 1920, os Segundos Quadros do Vasco da Gama havia sido campeão Carioca da Segunda Divisão.

Principais resultados esportivos do Vasco nos anos 2000 (futebol masculino profissional)

2000: Campeão da Taça Guanabara, Brasileiro e da Copa Mercosul e Vice-campeão mundial e do Torneio Rio São Paulo;

2001: Campeão da Taça Rio;

2003: Campeão da Taça Guanabara, Taça Rio e Campeonato Carioca;

2004: Campeão da Taça Rio;

2006: Vice-campeão da Copa do Brasil;

2009: Campeão Brasileiro da Série B;

2010: Campeão da Copa da Hora (SC);

2011: Campeão da Copa do Brasil e Vice-campeão Brasileiro;

2015: Campeão Carioca;

2016: Campeão da Taca Guanabara e Carioca;

2017: Campeão da Taça Rio;

2019: Campeão da Taça Guanabara;

2021: Campeão da Taça Rio.

Resumo dos resultados principais resultados esportivos do Vasco da Gama de 2000 a 2021: 17 taças conquistadas e 4 vice-campeonatos em competições mais importantes (Mundial, Brasileiro, Copa do Brasil e Rio São Paulo), um total de 21 resultados relevantes em 21 temporadas.