Alguns times brasileiros relacionados à fé cristã, a nomes de pessoas ou famílias

Vasco da Gama (do Rio de Janeiro e os seus homônimos de vários lugares do Brasil);

Tiradentes de Belém (PA), Ceilândia (DF), Fortaleza (CE), Piçarra (PI), Teresina (PI) e Tijucas (SC);

Sampaio Correa (MA);

Hercílio luz (SC);

Matsubara (PR);

J. Malucelli (PR);

Marcílio Dias (SC);

Almirante Barroso (SC);

Graça Aranha (MA);

Ribeiro Junqueira (MG);

Perilima (PB);

São Paulo (SP);

São Caetano (SP);

Santo André (SP);

São Bernardo (SP);

São Vicente (SP);

São Carlos (SP);

São José (SP);

São Leopoldo (RS)(extinto);

São Pedro (Salvador/BA) (extinto);

São Pedro (RJ);

Santos (SP) e seus homônimos pelo Brasil;

Santa Cruz (PE);

São Raimundo (AM);

São Cristóvão (RJ);

Hermann Aichinger (SC);

Tomazinho (RJ);

Berga (MT).

Zeca (lateral direito ou esquerdo): ouro olímpico pela Seleção Brasileira em 2016 e contratado pelo Vasco em 2021

Na conquista da inédita medalha de ouro olímpica pela Seleção Brasileira em 2016, o lateral Zeca fazia parte do grupo campeão, tendo inclusive jogado a partida decisiva diante da Seleção da Alemanha, que somente foi decidida nos pênaltis. Em 2021, Zeca (jogador versátil, tanto pelo lado direito como pelo lado esquerdo do campo), foi contratado pelo Vasco da Gama (RJ).

Em 19/06/1957, o primeiro jogo de Pelé com a camisa do Vasco da Gama (Combinado Vasco/Santos)

Em 19/06/1957, o jovem jogador Pelé, com apenas 16 anos de idade, vestia pela primeira vez a camisa do Vasco da Gama, pelo Combinado Vasco/Santos, pelo Torneio Internacional do Morumbi, em partida disputada no Maracanã, com vitória vascaína/santista por 6 a 1 sobre o Belenenses de Portugal, no primeiro jogo internacional de Pelé, no primeiro jogo disputado por ele no maior estádio do mundo à época e anotando também os primeiros gols na sua carreira com a camisa do Gigante da Colina, três (um hat-trick). Os outros gols do Combinado Vasco/Santos foram de Álvaro (2) e Pepe (1).

Jogadores com mais gols pela Seleção Brasileira de Futebol Masculino (jogos oficiais)

Pelé: 77 gols,

Neymar: 68 gols,

Ronaldo: 62 gols,

Romário: 55 gols,

Zico: 48 gols,

Bebeto: 39 gols,

Rivaldo: 35 gols,

Jairzinho: 33 gols,

Ronaldinho Gaúcho: 33 gols,

Ademir de Menezes: 32 gols,

Tostão: 32 gols.

Da lista acima, dos 11 maiores artilheiros da Seleção Brasileira em jogos oficiais, 6 jogaram ao longo da carreira pelo Vasco da Gama ao menos uma partida (oficial ou amistosa): Pelé, Romário, Zico, Bebeto, Ademir de Menezes e Tostão.