Os 25 + 1 (Barbosa) melhores goleiros da história do Vasco da Gama

Acácio (campeão do Brasileiro de 1989, do Ramon de Carranza de 1987 e 1988 e Carioca de 1982, 1987 e 1988 e vice-campeão da Supercopa do Brasil de 1990);

Amauri (campeão do Torneio Rio São Paulo de 1966);

Andrada (campeão do Brasileiro de 1974 e do Carioca de 1970);

Barbosa (campeão do Sulamericano de Clubes Campeões de 1948 e do Carioca de 1945, 1947, 1949, 1950, 1952 e 1958);

Carlos Alberto (campeão do Torneio de Paris de 1957, do Teresa Herrera de 1957, do Rio São Paulo de 1958 e do Carioca de 1956);

Cássio (vice-campeão da Copa do Brasil de 2006);

Carlos Germano (vice-campeão do Mundial de Clubes de 1998, campeão da Libertadores da América de 1998, do Brasileiro de 1997, do Torneio João Havelange de 1993 e Carioca de 1992, 1993, 1994 e 1998);

Ernani (campeão do Octogonal Rivadávia Corrêa Meyer de 1953);

Fábio (campeão da Mercosul de 2000, do Brasileiro de 2000 e do Carioca de 2003);

Fernando Prass (campeão da Copa do Brasil de 2011 e do Brasileiro Série B e vice-campeão do Brasileiro de 2011);

Gainete (vice-campeão da Taça Brasil de 1965);

Hélio (vice-campeão da Taça Brasil de 1965);

Hélton (vice-campeão do Mundial de Clubes da FIFA e campeão da Mercosul e do Brasileiro de 2000);

Jaguaré (campeão da Taça Myrurgia/Espanha, primeira taça internacional da história do Vasco da Gama e campeão do Carioca de 1929);

Joel (campeão da Taça dos Campeões Estaduais Rio São Paulo de 1936);

Leão (vice-campeão do Brasileiro de 1979);

Martín Silva (bicampeão carioca 2015/2016 pelo Vasco da Gama);

Mazzaropi (campeão do Carioca de 1977);

Miguel Cavalier (campeão do Campeonato Carioca de Segundos Quadros da Segunda Divisão de 1920, primeiro troféu da história do Vasco);

Nascimento (campeão do Torneio Internacional Luiz Aranha de 1940);

Nélson da Conceição (primeiro goleiro negro da história do Vasco da Gama e campeão dos Cariocas de 1923 e 1924);

Pedro Paulo “Pêpa” (campeão do Torneio Rio São Paulo de 1966);

Régis (campeão do Troféu Ramón de Carranza de 1989/Espanha);

Rei “Rey” (campeão da Taça dos Campeões Estaduais Rio São Paulo de 1936 e do Carioca de 1934 e de 1936);

Roberto Costa (vice-campeão do Brasileiro de 1984),

Valdir Appel (campeão do Carioca de Aspirantes de 1966 e 1967 e do Carioca Profissional de 1970).

%d blogueiros gostam disto: