Vasco: invencibilidade jogando com mando de campo no Brasileiro Série B 2022 (duração: 18 jogos)

Vasco 1 x 1 Vila Nova,

Vasco 1 x 0 Ponte Preta,

Vasco 1 x 0 CSA,

Vasco 1 x 0 Bahia,

Vasco 2 x 0 Brusque,

Vasco 0 x 0 Grêmio,

Vasco 1 x 0 Cruzeiro,

Vasco 3 x 0 Operário,

Vasco 0 x 0 Sport,

Vasco 1 x 1 Ituano,

Vasco 4 x 0 CRB,

Vasco 0 x 0 Chapecoense,

Vasco 3 x 1 Tombense,

Vasco 2 x 1 Guarani,

Vasco 4 x 1 Náutico,

Vasco 1 x 1 Londrina,

Vasco 3 x 0 Novorizontino,

Vasco 2 x 1 Criciúma.

Resumo: 12 vitórias e 6 empates.

Única derrota em casa: Vasco 2 x 3 Sampaio Corrêa (na sua última partida em casa, no Brasileirão Série B 2022).

Vasco: invicto em São Januário até outubro de 2022

Na temporada de 2022, em que o Vasco atuou pelo Campeonato Carioca e pelo Campeonato Brasileiro da Série B, o Gigante da Colina ficou 21 jogos sem perder em São Januário, com 15 vitórias e 6 empates, ficando a maior parte do ano invicto no caldeirão, tendo perdido apenas um jogo em casa, para o Sampaio Corrêa, que venceu a equipe vascaína por 3 a 2, pela penúltima rodada da segunda divisão nacional.

German Cano (ex Vasco): de artilheiro provisório a definitivo do Campeonato Brasileiro de Futebol de 2022

German Cano (ex Vasco), jogando em 2022 pelo Fluminense, já estava na artilharia isolada do Campeonato Brasileiro de Futebol deste ano, com 18 gols. Terminou a competição ainda mais isolado na artilharia, com 26 gols. Tornou-se o maior goleador da história em uma edição do Brasileirão de Pontos Corridos, no formato com 20 clubes.

Marta de cera, no museu da Seleção Brasileira

Foi inaugurada a estátua de cera de Marta (formada nas categorias de base do Vasco da Gama) no museu da Seleção Brasileira. Agora o museu conta com as estátuas de cera de Pelé e de Marta, ambos com passagem Gigante da Colina. Pelé jogou com a camisa vascaína em 1957, no Combinado Vasco/Santos. Já Marta, atuou pela equipe da Cruz de Malta/Cruz de Cristo na década de 1990.