Alguns troféus do futebol do Vasco da Gama (ano: 1949) (excursão para o México e para a Guatemala)

Troféu D. Maria Eva Duarte Perón, conquistado no quarto jogo da excursão ao México, na vitória por 8 a 0 diante do Atlante (México), no jogo realizado no dia 23/01/1949;

Troféu Legação do Brasil, conquistado no regresso da delegação vascaíno, já na Guatemala, venceu a Seleção Nacional daquele país por a 2 x 1, no jogo realizado no dia 15/02/1949.

Foram 11 jogos na excursão, com 10 jogos em terra mexicana, totalizando 8 vitórias e 2 empates. Na Guatemala, foi apenas 1 jogo e 1 vitória.

Fontes: Jornal dos Sports de 29/03/1949; Jogos do Vasco no ano de 1949 (Netvasco).

Algumas importantes fontes de preservação e pesquisa sobre a memória esportiva brasileira, do futebol carioca e da história do Vasco da Gama (por: soumaisvasco)

Site oficial do Vasco da Gama,

Revista oficial do Vasco da Gama,

RSSSF Brasil,

wikipedia/Vaskipedia,

Kike da Bola,

Blog do Marcão,

Blog Só Súmulas,

Blog Esporte Rio,

torcidasdovasco.blogspot.com,

Canal do Garone,

Rede Manchete,

Rede Globo/O Globo/Globo Esporte,

Tv Bandeirantes/Bandsports,

Sistema Brasileiro de Televisão (SBT),

Rede Record/R7 Esporte,

Uol Esporte,

Rede Tupi,

Canal 100,

Futebol 80,

Diário O Lance,

Jornal dos Sports e Coluna Zé de São Januário,

Jornalheiros,

Jornal Correio da Manhã,

Jornal O Cruzeiro,

Jornal Imparcial,

Gazeta Esportiva,

Site arquivos do futebol (arquivosfutebolbrasil.com.br),

Campeões do futebol,

Site bolanaarea.com,

Torcedores.com,

historiadofutebol.com,

Revista Manchete Esportiva,

Revista Placar,

Terceiro Tempo (que com levou?),

ogol,

Netvasco/Mauro Prais,

Memória vascaína,

Trofeusdofutebol.blogspot.com,

almanaquedovascodagama.blogspot.com,

Livro 365 motivos para ser vascaíno,

Papo na Colina,

Times-base Vasco,

Site FJV (fjv.com.br),

Flunomeno,

Flaestatistica.

O Vasco na Copa Rio Internacional de 1951 (um embrião do Mundial de Clubes)

Campanha do Vasco (terceiro lugar):

01/07/1951 – Vasco 5 x 1 Sporting (Portugal) (fase de grupos);

05/07/1951 – Vasco 5 x 1 Áustria Viena (fase de grupos);

08/07/1951 – Vasco 2 x 0 Nacional (Uruguai) (fase de grupos);

12/07/1951 – Vasco 1 x 2 Palmeiras (semifinal);

15/07/1951 – Vasco 0 x 0 Palmeiras (semifinal).

Total de equipes participantes: 8 (Vasco, Sporting de Portugal, Áustria Viena, Nacional do Uruguai, Palmeiras, Juventus de Turim, Nice da França e Estrela Vermelha da Iugoslávia).

Formato da competição: 2 grupos de 4 equipes cada, com os 2 primeiros de cada grupo se classificando, sendo o primeiro de um grupo enfrentando o segundo do outro grupo e os vencedores das semifinais se enfrentando na final.

Campeão: Palmeiras;

Vice-campeão: Juventus (Itália);

Terceiro colocado: Vasco da Gama.

A vitoriosa excursão internacional vascaína de 1947

Traz a edição do Correio da Manhã de 13/07/1947, que o Vasco da Gama, após vitoriosa excursão à Europa (Portugal e Espanha), realizou uma exposição na vitrine da Chapelaria Alberto, situada à época na Rua Sete de Setembro com Gonçalves Dias, onde ficaram por uma semana os tesouros daquela viagem internacional: a Taça VIII Centenário da Tomada de Lisboa do jogo entre o Vasco e o Combinado Benfica/Sporting/Belenenses; a Taça Benfica – Sporting – Belenenses – Século, uma recordação da visita do Vasco da Gama a Lisboa; a Taça Colonia Balnear Infantil de O Século, do jogo entre Vasco e Valência; a Taça de Ouro Ramos Pinto, do jogo entre Vasco e F. C. Porto; uma Caravela de Filigrana Portuguesa, que foi ofertada pelo Futebol Clube do Porto; Cartão de Prata do Sporting Club de Portugal. Um retrato em bronze do atleta Carneiro Dias, que foi ofertado por seus parentes lusos. Estavam expostas também as flâmulas da Seleção de Lisboa, da Associação de Futebol de Lisboa, do Sporting Clube de Portugal, do Sport Lisboa e Benfica e do Valência Clube de Futebol. Era o Expresso da Vitória mais uma vez fazendo história.