Todas as equipes que levaram 7 ou mais gols do Vasco da Gama

Brasil:

No Estado do Rio de Janeiro:

Bonsucesso (8 vezes);

Bangu (7 vezes);

Madureira (4 vezes);

Brasil (4 vezes, no entanto teve uma dessas goleadas desconsiderada, da vitória por 10 a 0 do Vasco sobre a equipe do Brasil/RJ, em 16/06/1935);

Andarahy (3 vezes);

São Cristóvão (3 vezes);

Botafogo (2 vezes);

Seleção de Teresópolis (2 vezes);

América (2 vezes);

Olaria (2 vezes);

Canto do Rio (2 vezes);

River (1 vez);

Seleção LDB (1 vez);

Petropolitano (1 vez);

Resende (1 vez);

Combinado de Nova Friburgo (1 vez);

Flamengo (1 vez);

Benfica (1 vez);

Rio Branco (1 vez);

Campo Grande (1 vez);

Seleção de Vassouras (1 vez);

Portuguesa (1 vez);

Seleção de Petrópolis (1 vez);

Cabofriense (1 vez);

Volta Redonda (1 vez);

Carioca (1 vez);

Ararigboya (1 vez).

No Estado de São Paulo:

Jabaquara (2 vezes);

São Paulo (1 vez);

São Paulo Railway (1 vez);

Guarani (1 vez).

Estado do Espírito Santo:

Vitória (1 vez);

Argos Colatinense (1 vez);

Rio Branco (1 vez);

Estrela do Norte (1 vez);

São Mateus (1 vez);

Estado de Minas Gerais:

Uberlândia (1 vez);

Pastoral (1 vez);

Seleção de Alfenas (1 vez);

Seleção do Sul de Minas Gerais (1 vez);

Sport de Juiz de Fora (1 vez).

Estado do Paraná:

Coritiba (1 vez).

Estado do Rio Grande do Sul:

Internacional de Santa Maria (1 vez);

São Paulo de Rio Grande (1 vez).

Estado de Mato Grosso do Sul:

Operário de Campo Grande (1 vez).

Estado do Pará:

Tuna Luso (2 vezes);

Paysandu (1 vez).

Estado do Amazonas:

América (1 vez);

Seleção do Amazonas (1 vez);

Combinado de Manaus (1 vez).

Estado da Paraíba:

Botafogo (1 vez);

Esporte de Patos (1 vez).

Estado do Piauí:

Picos (1 vez).

Estado do Maranhão:

Moto Club (1 vez).

Estado da Bahia:

Botafogo de Salvador (1 vez);

Ypiranga (1 vez);

Seleção de Ilhéus (1 vez).

Estado de Pernambuco:

Sport (1 vez);

Estado de Alagoas:

Combinado CSA/Ferroviário (1 vez).

Espanha:

Barcelona (1 vez).

Equador:

Barcelona (1 vez);

Celta de Vigo (1 vez).

Bolívia:

Aurora (1 vez).

Colômbia:

Atlético Nacional (1 vez).

México:

Atlante (1 vez).

Argélia:

Seleção da Argélia (1 vez).

Portugal:

Combinado Boavista/Varzim (1 vez).

Suécia:

Ostersund (1 vez);

Bodens (1 vez).

Noruega:

Seleção de Trondheim (1 vez);

EIK IF Tonsberg (1 vez).