Melhores desempenhos do Vasco na história da Copa São Paulo de Futebol Juniores (Masculino)

31 participações, tendo jogado 13 Oitavas de Final (passando dessa fase em 5 oportunidades), disputado também 5 Quartas de Final (passando dessa fase em 4 ocasiões), disputado ainda 4 semifinais (passando dessa fase 3 vezes) e 3 finais (foi duas vezes vice-campeão e uma vez campeão).

Eliminado nas Oitavas de Final: 1985, 1996, 1997, 1998, 2001, 2008, 2009, 2018,

Eliminado nas Quartas de Final: 2020,

Eliminado nas Semifinais: 2003,

Derrota nas finais (vice-campeão): 1999, 2019,

Campeão: 1992

Títulos do Vasco no Carioca Profissional, Sub-20 e Sub-17

Profissional (24 títulos): 1923, 1924, 1929, 1934, 1936, 1945, 1947, 1949, 1950, 1952, 1956, 1958, 1970, 1977, 1982, 1987, 1988, 1992, 1993, 1994, 1998, 2003, 2015 e 2016;

Sub-20 (14 títulos): 1944, 1954, 1969, 1971, 1981, 1982, 1984, 1991, 1992, 1995, 2001, 2010, 2017 e 2020;

Carioca Sub-17 (7 títulos): 1983, 1985, 1990, 1992, 1996, 2000, 2015.

Total de títulos (Profissional, Sub-20, Sub-17): 45.

Manto sagrado vascaíno

Os torcedores de diversos clubes esportivos do Brasil quando vestem os uniformes dos mesmos se referem muitas vezes que vão usar o manto sagrado. Referindo-se agora exclusivamente ao Vasco da Gama, pode-se afirmar com certeza o significado sagrado da sua indumentária, que cada vascaíno veste com amor, pois a Cruz de Cristo está estampada no vestuário oficial do Vasco da Gama.

Vasco “azul”

O Vasco da Gama, no jogo diante do Guarani (SP) pelo segundo turno do Campeonato Brasileiro da Série B de 2021, jogou com a numeração e nome dos jogadores destacados na cor azul, na camisa do uniforme, bem como também os nomes dos patrocinadores do clube, em menção ao Novembro Azul, pela prevenção ao câncer de próstata.

Primeira participação e primeira vitória do Vasco na história da tradicional Copa São Paulo de Futebol Júnior Masculino

No ano de 1979, ocorreu a primeira participação do Vasco da Gama na história da tradicional Copa São Paulo de Futebol Júnior Masculino, em cuja edição aconteceu também a primeira vitória do Gigante da Colina na história da competição, que ocorreu no dia 13 de janeiro, pelo placar de 2 a 0, em partida diante da equipe do Internacional (RS).