O presidente vascaíno da “Resposta Histórica”

José Augusto Prestes foi o presidente que não aceitou a exclusão dos jogadores vascaínos do Campeonato Estadual pelo fato de serem negros, mulatos e operários, tendo sido a resposta histórica um documento elaborado pelo Clube de Regatas Vasco da Gama a favor da prática igualitária do futebol em uma época em que esse esporte ainda era bastante elitizado.