“Dom Corvo” (mascote animal vascaíno, na época do Expresso da Vitória) criado antes do Urubu (mascote animal do Flamengo)

Um pouco da evolução dos símbolos/mascotes dos 4 clubes de maior torcida do Rio de Janeiro/RJ (O Vasco da Gama, no ano de 1947, teve como mascote um animal, “Dom Corvo”, tendo tido a sua origem antes do urubu, mascote do Flamengo):

1942: Marinheiro Popeye (Flamengo),

1943: Cartola/Cartolinha (Fluminense),

1944: Almirante (Vasco da Gama)

1945: Pato (Botafogo)

1947: “Dom Corvo” (Vasco da Gama),

1948: Cachorro “Biriba” (Botafogo),

Década de 1950:

Português (Vasco da Gama),

1958: Manequinho (Botafogo),

Década de 1960: Bacalhau (Vasco da Gama), Pó Pó (Fluminense), Cri Cri (Botafogo),

1969: Urubu (Flamengo),

1987: mascotes dos grandes clubes do Rio de Janeiro e de outros estados do Brasil (novos desenhos para o Campeonato Nacional, que estiveram presentes em vários álbuns de figurinhas do final dos anos 1980 e durante as década de 1990/2000),

2013: Guerreirinho (Fluminense)

2018: Almirante Pistola (Vasco da Gama),

2019: Almirante (“Almirantinho”) (Vasco da Gama), Urubuzinho (Flamengo) / Liga dos Mascotes,

2020: Barbosinha (Vasco da Gama)

Grandes cartunistas, como Lorenzo Molas, Henfil e Ziraldo, deram as suas contribuições para a criação e atualização dos desenhos dos símbolos/mascotes dos clubes de grandes torcidas do Rio de Janeiro.