Vasco da Gama (RJ): o clube mais europeu do futebol brasileiro

(um pouco da história do clube brasileiro que mais jogou e venceu equipes européias, que mais conquistou títulos/taças em solo europeu e também que mais conquistou vitórias sobre times europeus que possuem o título da Champions League)

1898: fundação do clube de origem portuguesa;

1908: ano em que seria concedido o título de “Real Sociedade” ao Vasco da Gama;

1916: primeiro gol do Vasco marcado por um jogador português, Adão Antônio Brandão;

1927: ano de inauguração de São Januário, com arquitetura de influência portuguesa;

1928: primeiro jogo intercontinental do Vasco (Vasco x Sporting/Portugal, em São Januário, pela Taça Principe de Galles);

1930: Vasco venceu a Seleção da Iugoslávia por 6 a 1 em São Januário, no primeiro jogo do Vasco com uma seleção européia;

1931: excursão de navio à europa, a segunda de um clube brasileiro e a primeira de uma equipe carioca (a primeira foi do time do Paulistano/SP). Nesta excursão vascaína, a primeira taça internacional do Gigante da Colina, a Taça Myrurgia conquistada na Espanha. Após a grande exibição vascaína em solo europeu, onde enfrentou o Barcelona duas vezes e conseguiu uma espetacular vitória por 2 a 1, houve a transferência de Jaguaré e Fausto para a equipe do Barcelona da Espanha, tendo sido essas as primeiras transferências internacionais para a europa provenientes de um clube brasileiro. No mesmo ano, vitórias importantes de 5 a 0 sobre o Benfica e de 3 a 1 sobre o Porto, em Portugal;

1947: segunda taça internacional da história do Vasco, a Taça Centenário, conquistada em Portugal, onde durante a excursão pelo país, destaca-se a vitória por 2 a 0 sobre a equipe do Porto; neste mesmo ano enfrentou a equipe inglesa do Arsenal em São Januário, com um grande público presente e se tornou ainda o primeiro time brasileiro a disputar o Troféu Teresa Herrera (Espanha);

1948: o Vasco conquistou o Sulamericano de Clubes Campeões, que serviu de inspiração para a criação da Liga dos Campeões da Europa (Champions League);

1951: pela Copa Rio Internacional (competição disputada no Brasil e precursora do Mundial de Clubes), o Vasco enfrentou a Juventus da Itália duas vezes;

1953: Pela Octogonal Rivadávia Corrêa Meyer (competição precursora do Mundial de Clubes), Vasco enfrentou o Hibernian da Escócia e, ao final da competição, foi o campeão;

1955: excursão vascaína à Espanha e a Portugal;

1956: Vasco visita o Vaticano e se encontra com o papa, em excursão à europa por 14 países (Alemanha, Áustria, Bélgica, Escócia, Espanha, França, Holanda, Inglaterra, Itália, Portugal, Sérvia/antiga Iugoslávia, Suíça, Suécia, Turquia); neste mesmo ano, enfrentou duas vezes o Real Madrid da Espanha na Pequena Taça do Mundo da Venezuela, tendo conquistado uma vitória por 2 a 0 sobre os galáticos, na competição em que o Gigante da Colina foi vice-campeão; Ainda em 1956, conquistou duas importantes vitórias sobre o Porto de Portugal, uma por 2 a 1 e a outra por 3 a 0;

1957: Excursão por França, Espanha, Portugal, Rússia/antiga URSS e Ucrânia/antiga URSS). Primeiro clube brasileiro campeão do Troféu Teresa Herrera e primeiro clube do resto do mundo e não europeu, sulamericano e brasileiro campeão do Torneio de Paris, ao vencer por 4 a 3 o Real Madrid da Espanha. Nesse mesmo ano, goleou o Barcelona da Espanha por 7 a 2 em amistoso disputado no campo da equipe espanhola. Ainda em 1957, pelo Torneio Internacional do Morumbi, o Combinado Vasco/Santos enfrentou as equipes européias do Belenenses de Portugal e do Dínamo de Zagreb da Iugoslávia, com Pelé atuando pelo combinado brasileiro; Em 1957, o Vasco conquistou uma outra vitória marcante, um 5 a 2 sobre o Benfica de Portugal, em terra lusitana. Com isso, o Vasco venceu nesse mesmo ano, o campeão e o vice-campeão da Copa Latina de 1957 (uma espécie de minicopa européia), que foram Real Madrid e Benfica, tendo sido a melhor equipe do mundo naquele período;

1958: Excursão por França e Espanha e Portugal;

1959: Excursão por Dinamarca, Espanha, Finlândia, França e Suécia e importante vitória sobre o Milan da Itália por 2 a 1;

1961: excursão vascaína por Alemanha e Portugal e pelos países nórdicos (Dinamarca, Noruega e Suécia), com goleadas avassaladoras, como as de 11 a 0 e 10 a 0; neste mesmo ano, um jogo com o Real Madrid da Espanha, no Maracanã, com um grande público presente;

1964: Vasco vence por 3 a 0 a equipe do Porto de Portugal;

1963: Excursão por Espanha e Portugal,

1965: Vasco venceu a Seleção da Alemanha Oriental no Maracanã;

1966: Vasco enfrentou novamente a equipe da Alemanha Oriental, dessa vez no México e realizou excursão pela europa, visitando Bélgica, Espanha, França, Itália, República Tcheca (antiga Tchecoslováquia), Romênia e Suécia;

1967: Excursão por Espanha e Portugal;

1969: Vasco enfrentou a equipe da União Soviética no Maracanã;

1970: Vasco enfrentou a Seleção da Romênia no Maracanã;

1972: Vasco vence por 2 a 0 a equipe do Steaua Bucareste (Romênia) e excursão pela Espanha;

1975: Vasco vence por 1 a 0 a equipe da Juventus de Torino (Itália);

1977: Excursão por Espanha, França e Portugal;

1979: Excursão por Espanha, França e Itália e conquista dos Troféus Cidade de Sevilha e de Elche na Espanha;

1980: Excursão por Espanha, Itália e Sérvia (antiga Iugoslávia) e importante vitória sobre o Arsenal da Inglaterra por 2 a 1. Conquistou o Troféu Colombino na Espanha;

1981: Excursão por Croácia (antiga Iugoslávia), Espanha, França e Portugal, com importante vitória sobre o Porto de Portugal por 2 a 1 e conquistou em Portugal o troféu Ilha de Funchal;

1983: Excursão pela Itália;

1984: Excursão por Espanha Itália e Portugal;

1987/1988/1989: tricampeão seguido do Troféu Ramon de Carranza (Espanha), primeiro e único clube brasileiro a conseguir esta impressionante sequência;

1987: Excursão pela Espanha e importantes vitórias por 3 a 0 sobre o Benfica de Portugal e por 3 a 2 sobre o Porto de Portugal;

1988: Excursão por Espanha e Portugal e o Vasco vence a Seleção da Dinamarca no Maracanã;

1989: Vasco vence por 3 a 0 a equipe do Estrela Vermelha da Iugoslávia e por 3 a 1 a equipe do Porto de Portugal. O clube realizou excursão pela europa, passando por Espanha, França e Portugal e conquistou o Torneio de Metz/Lorena na França;

1992: vitória por 3 a 1 na Espanha, sobre o Barcelona treinado por Cruyff e vitória por 2 a 1 sobre o Hamburgo da Alemanha. O clube realizou excursão pela europa, passando por Espanha e Portugal;

1993: despedida de Roberto Dinamite dos gramados, em jogo diante da equipe do La Coruna da Espanha no Maracanã e excursão pela Espanha, com a conquista dos Troféus Cidade de Zaragoza e Cidade de Barcelona na Espanha;

1995: Excursão pela Espanha, Grécia e Rússia e conquista do Troféu Palma de Mallorca na Espanha;

1996: Excursão pela Alemanha, Grécia e Portugal;

1997: Excursão por Espanha e Itália e conquista do Troféu Bortolotti Bérgamo (Itália);

1998: pela Copa Intercontinental/Mundial de Clubes, fez um jogo de igual para igual com o Real Madrid da Espanha em Tóquio (Japão);

1999: Excursão pela Espanha;

2000: disputou o Mundial de Clubes no Brasil, com uma convincente vitória por 3 a 1 sobre o Manchester United da Inglaterra;

2008: o Vasco enfrenta a equipe alemã do Hamburgo, pelo Torneio de Dubai (Emirados Árabes Unidos);

2013: Vasco vence a equipe do Ajax da Holanda, na despedida de Pedrinho dos gramados e São Januário é utilizado como campo de treinamento de tradicionais seleções da europa, como Itália e Espanha;

2014: São Januário foi utilizado como campo de treinamento de tradicionais seleções da europa, como Espanha, Bélgica, Portugal e Alemanha;

2017: alvará régio que confere ao Vasco o direito de se nomear Real Clube de Regatas Vasco da Gama e de utilizar por cima do seu escudo a coroa real portuguesa.