Expresso da Vitória do Remo

Pelo Campeonato Carioca de Remo só deu Vasco de 1944 a 1959, 16 títulos estaduais consecutivos, hexadecacampeão, recorde absoluto da competição até os dias de hoje. O Vasco, que tem a sua origem no remo (desde 1898), depois que apareceu o futebol (1915), tem em seu hino um trecho que se canta “no remo és imortal, no futebol é o traço de união Brasil-Portugal”. O Remo é histórico, representa o nascimento do clube e a maior sequência de títulos estaduais seguidos, entre todas as modalidades esportivas da história do Clube de Regatas Vasco da Gama, que conserva em seu nome oficial, por tradição, o título “Clube de Regatas”, apesar de ser um clube multicampeão em diversas outras modalidades esportivas ao longo da sua história, como o futebol, o atletismo, o basquete, o futsal, o futebol de areia, a natação, dentre outras dezenas de esportes.

Maior goleador dos três clássicos

Roberto Dinamite é o maior goleador do Clássico dos Milhões (Vasco x Flamengo), com 27 gols anotados com a camisa Cruzmaltina, sendo também o maior goleador do Clássico dos Gigantes (Vasco x Fluminense), com 36 gols anotados com a camisa Cruzmaltina e ainda é o maior goleador do Clássico da Amizade (Vasco x Botafogo), com 25 gols anotados com a camisa Cruzmaltina. Roberto Dinamite, o maior goleador dos três clássicos.

Maiores goleadas dos clássicos (tríplice coroa)

As maiores goleadas dos clássicos do Vasco com Flamengo, Fluminense e Botafogo são do Gigante da Colina, 7 x 0 (maior goleada do Clássico dos Milhões, Vasco x Flamengo, no ano de 1931), 6 x 0 (maior goleada do Clássico dos Gigantes, Vasco x Fluminense, no ano de 1930) e 7 x 0 (maior goleada do Clássico da Amizade, Vasco x Botafogo, no ano de 2001) e 6 x 0 (segunda maior goleada) em 2010.