Melhores décadas do Vasco no Campeonato Carioca

Década de 1990 (melhor década, Selevasco): 4 títulos (1992, 1993, 1994, 1998), ocorrendo nessa década o único tricampeonato carioca da elite da história do clube, mais 4 vice campeonatos (1990, 1996, 1997, 1999).

Década de 1950 (melhor década de títulos, com a década de 1990, mas no critério de desempate, na década de 1990 tem 4 vice campeonatos e, na década de 1950, nenhum vice campeonato): 1950, 1952, 1956, 1958 (segunda melhor década, no Carioca). Os títulos de 1950 e de 1952 ainda foram na época do Expresso da Vitória. Os de 1956 e 1958, em grande época, também, da história do clube, gigante, sendo vice mundial em 1956 (Pequena Taça do Mundo da Venezuela, status de mundial à época) e campeão mundial em 1957 (Torneio Internacional de Paris, status de mundial à época).

Década de 1980 (terceira melhor década): campeão em 1982, 1987, 1988 (3 títulos) e 3 vice campeonatos (1980, 1981 e 1986).

Década de 1940 (do Expresso da Vitória, quarta melhor década): campeão em 1945, 1947 e em 1949 e vice campeão em 1944 e em 1948.

Década de 1920 (dos camisas negras): 3 títulos (1923, 1924 e 1929) e 2 vices (1926 e 1928), divide a quarta colocação com a década de 1940.

Alguns dos torcedores famosos do Vasco, da torcida mais apaixonada do Brasil

Pelé: o maior jogador de futebol de todos os tempos.

Nelson Piquet: Tricampeão do Mundial de F1 (automobilismo).

Roberto Carlos: o mais popular músico do Brasil, conhecido internacionalmente.

Erasmo Carlos: músico da Jovem Guarda, conhecido como “Tremendão”.

Martinho da Vila e Paulinho da Viola: tradicionais sambistas brasileiros.

Chacrinha: um dos maiores comunicadores que o Brasil já teve.

Renato Aragão: o Didi, um dos maiores humoristas da história da televisão Brasileira.

Chico Anísio: humorista brasileiro que se notabilizou com o programa de humor “A Escolinha do Professor Raimundo”, um dos mais completos intérpretes de todos os tempos, na televisão brasileira.

Carlos Drummond de Andrade: um dos maiores poetas da história da literatura brasileira.

Rachel de Queiroz: cearense e primeira mulher a ocupar uma cadeira na Academia Brasileira de Letras.

Paulo Coelho: um dos mais conhecidos escritores do Brasil, reconhecido internacionalmente.

Rodrigo Santoro: um dos atores da televisão brasileira de maior projeção internacional.

Sônia Braga: uma das atrizes da televisão brasileira de maior projeção internacional.

Fátima Bernardes: uma das maiores apresentadoras televisivas do Brasil.

Maiores jogadores/treinadores da história de outros clubes tradicionais do futebol brasileiro já vestiram a camisa do Vasco

Santos:

Pelé e Pepe, os maiores jogadores da história do Santos (jogaram pelo Vasco no combinado Vasco/Santos em 1957)

São Paulo:

Telê Santana, o treinador mais vitorioso da história do São Paulo, com 2 títulos mundiais (foi jogador do Vasco, atacante)

Zizinho, para muitos, o maior jogador da história do São Paulo (disputou duas partidas com a camisa do Vasco, em 1955) e já treinou o Gigante da Colina, em 1967 e em 1972.

Leônidas da Silva: o jogador que ajudou a popularizar o lance de “bicicleta”, foi um dos maiores jogadores da história do São Paulo (já jogou no Vasco)

Corinthians:

Marcelinho Carioca, campeão do primeiro Mundial do Corinthians (jogou no Vasco em 2003, foi campeão do Carioca)

Edilson, melhor jogador do Mundial de Clubes vencido pelo Corinthians em 2000 (já jogou no Vasco)

Luizão, foi campeão do Mundial de Clubes da FIFA de 2000, pelo Corinthians (jogou no Vasco, onde conquistou, no clube, o título da Libertadores da América de 1998)

Palmeiras: Edmundo e Evair, fizeram parte do melhor time da história do Palmeiras, bicampeão brasileiro de 1993 e 1994 (jogaram no Vasco e foram os principais jogadores da conquista do tricampeonato brasileiro do Vasco, em 1997)

Portuguesa: Dener, um dos maiores jogadores da história da Portuguesa (foi jogador do Vasco, tendo participado da campanha do tricampeonato carioca, no ano de 1994, pelo clube)

Flamengo:

Zico, Júnior e Zizinho, os maiores jogadores da história do Flamengo (Zico e Júnior, cada um disputou uma partida com a camisa do Vasco e Zizinho disputou dois jogos com a camisa do Vasco em 1955, pelo Torneio Atlântico, competição Internacional)

Botafogo:

Heleno de Freitas: um dos jogadores mais icônicos da história do futebol brasileiro, teve grande destaque no Botafogo (fez história também no Vasco)

Guarrincha, maior jogador da história do Botafogo (jogou uma partida com a camisa do Vasco)

Fluminense:

Telê Santana, um dos maiores jogadores da história do Fluminense (jogou no Vasco)

Atlético Mineiro: Marques, Guilherme e Euler, três grandes jogadores da história do Galo (jogaram no Vasco)

Cruzeiro:

Tostão, um dos maiores jogadores da história do Cruzeiro (jogou no Vasco)

Internacional:

Abel Braga, treinador campeão do Mundial vencido pelo Internacional (foi jogador do Vasco)

Grêmio:

Jardel, um dos maiores centroavantes da história do Grêmio (jogou no Vasco, participando da campanha do tricampeonato carioca, no ano de 1994)

Vasco nos Sulamericanos/Libertadores de Futebol, Futebol de Areia e de Futsal

Único clube brasileiro a disputar finais nas três principais modalidades de futebol praticadas mundialmente.

Futebol: 9 participações (1 final e 1 título, em 1998)

Futsal: 1 participação (1 final e 1 vice campeonato, em 2000)

Futebol de areia: 4 participações (4 finais e 3 títulos, 2016, 2017, 2019)

Total: 6 finais, 4 títulos (Conmebol)

Vasco em Torneios “Grand Slam”, os 4 mais tradicionais troféus da Europa (Torneio Internacional de Paris, Troféu Tereza Herrera, Troféu Ramon de Carranza, Troféu Joan Gamper)

20 participações do Vasco, clube brasileiro com mais participações nesses torneios, somando 5 títulos, time brasileiro que soma mais títulos.

Participações no Torneio Internacional de Paris: 1957, 1959, 1966, 1977, 1981, 1989 (6 participações, 1 título)

Participações no Troféu Tereza Herrera: 1947, 1957, 1963, 1984, 1997 (5 participações, 1 título)

Participações no Troféu Ramon de Carranza: 1967, 1977, 1987, 1988, 1989, 1999 (6 participações, 3 títulos)

Participações no Troféu Joan Gamper: 1972, 1980, 1981 (3 participações, nenhum título)

Total: 20 participações e 5 títulos de disputas de torneios/troféus “Grand Slam”.

Vasco entre os em 20 melhores nos rankings históricos de tradicionais torneios do futebol mundial

Critério: levando-se em consideração apenas a colocação final do clube nessas competições, em comparação com a colocação final das outras equipes que já participaram dessas competições.

Rankings históricos (Vasco)

Troféu Ramon de Carranza: Vasco (sétimo lugar) (3 títulos, 1 terceiro lugar, 2 quarto lugar)

Troféu Tereza Herrera: Vasco (nono lugar) (1 título, 3 vices, 1 quarto lugar)

Torneio de Paris: Vasco (décimo lugar) (1 título, 3 terceiro lugar, 2 quarto lugar)

Pequena Taça do Mundo da Venezuela: Vasco (vigésimo lugar) (1 segundo lugar)