Principais títulos do Futebol de Areia do Vasco

Futebol de Areia Masculino

1 Mundialito de Clubes: 2011

3 Libertadores da América: 2016, 2017, 2019

3 Brasileiros: 2017, 2019, 2020

2 Copa do Brasil: 2012, 2014

1 Circuito Brasileiro: 2013/2014

1 Rio São Paulo: 2010

5 Carioca: 1999, 2003, 2014, 2018, 2020

Futebol de Areia Feminino

1 Brasileiro: 2017

1 Taça Brasil: 2012

2 Carioca: 1999, 2012

Os 25 jogos internacionais que entraram para a história do Vasco

1928: Vasco 1 x 0 Wanderers (Uruguai), primeira partida internacional do Vasco

1931: Vasco 2 x 1 Barcelona (Espanha), primeira taça internacional do Vasco, da Copa Myrurgia, disputada na Espanha.

1948: Vasco 0 x 0 River Plate, pelo Sulamericano de Clubes Campeões, jogo que valeu o título da competição, que era de pontos corridos.

1949: Vasco 1 x 0 Arsenal, jogo disputado em São Januário, um dos maiores públicos da história do Estádio, contra um dos grandes da Europa e representando os inventores do futebol.

1951: Vasco 5 x 1 Sporting (Portugal), pela Copa Rio Internacional, que foi disputada no Brasil e vencida pelo Palmeiras, que fez a final com a Juventus da Itália.

1953: Vasco 3 x 3 Hibernian (Bicampeão Escocês 1950/1951 e 1951/1952), pelo Octogonal Rivadávia Côrrea Meyer de 1953, competição que sucedeu a então extinta Copa Rio Internacional, que teve como campeões o Palmeiras e o Fluminense, nos anos de 1951 e 1952. Já o Octogonal Rivadávia Côrrea Meyer foi vencido pelo Vasco, em final disputada contra o São Paulo (SP).

1956: 2 x 0 Real Madrid, após a derrota para o mesmo Real Madrid por 5 a 2 na Pequena Taça do Mundo da Venezuela (edição com status de Mundial de Clubes) o Vasco deu o troco, dias depois, em partida amistosa, partida está disputada também na Venezuela.

1957: Vasco 4 x 3 Real Madrid (Espanha), na final do Torneio de Paris de 1957 (edição com status de Mundial de Clubes).

1957: Vasco 4 x 2 Atlético de Bilbao (Espanha), partida que valeu o título do Tereza Herrera.

1957. Vasco 7 x 2 Barcelona, jogo amistoso disputado no Estádio do Barcelona, uma das maiores goleadas sofridas pelo Barcelona em toda sua história.

1957: Combinado Vasco/Santos 6 x 1 Belenenses (Portugal), primeiro jogo de Pelé vestindo a camisa do Vasco, tendo feito 3 gols.

1957: Combinado Vasco/Santos 1 x 1 Flamengo, com gol de Pelé jogando com a camisa do Vasco, pelo Torneio Internacional do Morumbi.

1961: Vasco 2 x 2 Real Madrid, jogo disputado no Maracanã, com grande público.

1987: Vasco 2 x 0 Cádiz, vitória sobre o time da casa, que sacramentou o primeiro título do Vasco no Ramon de Carranza.

1988: Vasco 2 x 1 Atlético de Madrid (Espanha), selando o bicampeonato do Troféu Ramon de Carranza para o Vasco.

1989: Vasco 2 x 0 Nacional (Uruguai), partida que valeu o tricampeonato do Troféu Ramon de Carranza, um dos mais tradicionais da Europa. O Vasco é o time brasileiro com mais títulos, juntamente ao Palmeiras, 3 conquistas cada, sendo que o Vasco é tricampeão seguido, 1987, 1988 e 1989.

1993: Vasco 0 x 2 La Coruna, jogo amistoso em que ocorreu a despedida do craque Roberto Dinamite dos gramados, do maior goleador da história do Vasco e que jogou mais de 20 temporadas no Vasco. Neste jogo, Zico jogou com a camisa do Vasco.

1998: Vasco 1 x 1 River Plate, pela semifinal da Libertadores de 1998, com o gol “monumental”do Juninho, que deu o empate no placar para o Vasco, que já havia vencido a primeira partida da semifinal, garantindo a vaga na final em pleno Estádio Monumental, na Argentina.

1998: Vasco 2 x 1 Barcelona (Equador), pela final da Libertadores, que deu o primeiro título da competição ao Vasco, no ano do seu centenário.

2000: Vasco 3 x 1 Manchester United (Inglaterra), partida válida pela fase de grupos da competição.

2000: Vasco 4 x 1 River Plate, pela Mercosul de 2000, em partida válida pela semifinal da competição e que foi disputada na Argentina.

2000: Vasco 4 x 3 Palmeiras (partida que deu o título da Copa Mercosul ao Vasco, em jogo que ficou conhecido como a “virada do século”.

2001. Vasco 1 x 0 Deportes Concepción (Chile), chegando a 8 vitórias seguidas, recorde histórico da competição continental.

2011: Vasco 8 x 3 Aurora (Bolívia), a maior vitória internacional do Vasco jogos oficiais.

2013: Vasco 1 x 0 Ajax, jogo amistoso disputado em São Januário, partida de despedida dos gramados do jogador Pedrinho.

Vasco no primeiro Mundial de Clubes da FIFA (ano 2000)

Primeiro clube brasileiro a participar, juntamente com o Corinthians.

Primeiro artilheiro da competição: Romário, com 3 gols, juntamente com Anelka do Real Madrid, que também anotou três gols na competição.

Maior pontuador da competição: 10 pontos (mais do que o Corinthians, que foi o campeão, que somou 8 pontos).

Campanha invicta, 3 vitórias e um empate, tendo perdido a final nos pênaltis, o que não conta para efeitos de pontuação na competição e nem para efeitos estatísticos do confronto direto entre as equipes, sendo considerado, para estes efeitos, somente o resultado do tempo normal do jogo, nos 90 minutos.

Melhor defesa: 2 gols sofridos, juntamente com o Corinthians.

Bola de prata e de bronze da competição, Romário e Edmundo (2 bolas das 3 possíveis, só não levou a bola de ouro).

Maior pontuação em uma única edição de Mundial de Clubes, até a edição de 2019.

Participações de destaque do Vasco em Campeonatos Nacionais

1965: Vice campeão da Taça Brasil

1974: Campeão Brasileiro

1979: Vice campeão Brasileiro

1984: Vice campeão Brasileiro

1989: Campeão Brasileiro

1990: Vice campeão da Supercopa do Brasil

1997: Campeão Brasileiro

2000: Campeão Brasileiro

2006: Vice campeão da Copa do Brasil

2009: Campeão Brasileiro Série B

2011: Campeão da Copa do Brasil

2011: Vice Campeão Brasileiro

Vasco em disputas de melhor time do mundo

4 participações (clube brasileiro com mais disputas)

Obs: o critério para as disputas de melhor time do mundo antes de 1960, quando foi criada a copa intercontinental (disputa entre o time Campeão Sulamericano e o time Campeão Europeu) é considerar somente as disputas envolvendo o único Campeão Sulamericano à época (Vasco da Gama, vencedor em 1948) e o Campeão Europeu, a partir da temporada 1955/1956, primeira edição do Europeu de Clubes.

Pequena Taça do Mundo (Venezuela)

1956: jogo final (01 de julho de 1956)

Vasco da Gama (Campeão Sulamericano de 1948, em 14/03/1948) 2 x 5 Real Madrid (Campeão Europeu 1955/1956, em 13/06/1956)

Primeiro Torneio de Paris (1957)

1957: jogo final (14 de junho de 1957)

Vasco da Gama (Campeão Sulamericano de 1948, em 14/03/1948) 4 x 3 Real Madrid (Bicampeão Europeu, em 30/05/1957)

Copa Intercontinental Europeia/Sulamericana

1998: final (01 de dezembro de 1998)

Vasco da Gama (Campeão Sulamericano de 1998, em 26/08/1898) 1 x 2 Real Madrid (Campeão Europeu 1997/1998, em 20/05/1998)

Mundial de Clubes da Fifa

2000: jogo final (14 de janeiro de 2000)

Vasco da Gama (Campeão Sulamericano de 1998, em 26/08/1898) 0 (3) x (4) 0 Corinthians (Bicampeão Brasileiro 1998/1999, em 23/12/1998 e 19/12/1999)

Obs: primeiro Mundial de Clubes organizado pela Fifa, com a participação dos campeões da Europa de 1999 (Manchester United), de 1998 (Real Madrid), da América do Sul de 1998 (Vasco, Campeão da Libertadores) e outras equipes campeãs de outros continentes. O Campeão da América do Sul de 1999 era o Palmeiras, o qual deveria ter disputado a competição, que teve o Corinthians, Bicampeão Brasileiro 1998/1999 como convidado do país sede (Brasil), que ficou com a vaga que seria do Palmeiras (Campeão da Libertadores 1999).