Jaguaré, o primeiro goleiro artilheiro do futebol mundial

Jaguaré, ex goleiro do Vasco da Gama e da Seleção Brasileira de Futebol foi o primeiro goleiro artilheiro da história do futebol mundial, que se tem notícia, tendo se tornardo um ícone no futebol francês, ao anotar de pênalti um dos gols do seu time, na época (a equipe do Olympique de Marselha), no jogo que valeu o título da Copa da França de 1937/1938, diante da equipe do Metz, no Estádio Parc des Princes, deixando todos que ali estavam impressionados com o goleiro que sabia jogar não apenas com as mãos, mas também com os pés. Ele teria feito ainda outros gols durante a sua carreira futebolística, que também inclui defesas acrobáticas e irreverentes, como as defesas de bicicleta, conforme as narrativas históricas sobre o jogador, que também muitas vezes deixava o gol e partia para o ataque, pois era talentoso também jogando com os pés e que dançava e jingava com a bola em frente aos jogadores adversários, dentre outros lances inusitados e singulares, ele talvez tenha sido o “Guarrincha de luvas”, tendo sido também o pioneiro no uso de luvas no futebol brasileiro. Jaguaré fez história também no Sporting de Portugal, no Corinthians, dentre outras equipes, tendo sido o primeiro jogador brasileiro, juntamente com Fausto e Filó, a se transferir para uma equipe de fora do país. Do time do Vasco da Gama que goleou por 6 a 0 o Fluminense (em 1930) e por 7 a 0 a equipe do Flamengo (em 1931) e que venceu o Barcelona no Les Corts, também em 1931, no Estádio do time catalão, transferiu-se para a equipe do próprio Barcelona, após a pioneira e vitoriosa excursão vascaína ao continente europeu, no ano de 1931, onde conquistou a sua primeira taça internacional, a Taça Myrurgia.