A disputa entre Vasco e Flamengo pelo título de clube mais querido do Brasil (Taça Salutaris)

No ano de 1927, no mesmo ano da inauguração do Estádio Vasco da Gama (São Januário), que fora inaugurado em 21/04/1927, que já nasceu como sendo o maior da América do Sul, houve uma votação promovida pelo Jornal do Brasil (que era sediado no Rio de Janeiro) e pela empresa de água mineral Salutaris, para eleger o clube mais querido do país. As votações ocorreram de 04/10/1927 a 30/12/1927. Naquele período, o favorito para vencer a disputa era o Vasco, que contava com uma grande torcida, formada por uma imensa massa popular, tendo o Vasco entrado para a história mundial como um clube pioneiro na inclusão de jogadores negros e operários na prática do futebol, que antes era visto como esporte da elite, tendo também uma torcida de tradição lusitana. Nos resultados parciais semanais que iam sendo divulgados, a liderança vascaína acontecia praticamente até a última parcial, que era divulgada aos sábados, mas ao término da eleição, que desde o início foi cercada de bastante rivalidade, principalmente entre as torcidas de Vasco e Flamengo, um resultado final muito contestado na época pelos vascaínos, pois o Gigante da Colina vinha construindo uma vantagem ao longo das parciais semanais, e, por fim, de forma surpreendente para a nação vascaína, acabou sendo superado pelo Flamengo, que teve 254.850 votos. O Cruzmaltino foi o segundo clube mais votado do Brasil, recebendo um troféu pela conquista alcançada (uma expressiva votação de 183.742 votos, fruto de uma intensa mobilização da sua torcida, para além do Rio de Janeiro, com votos vindos também de outros estados, como de Minas Gerais e do Espírito Santo). Atualmente, o Vasco da Gama tem por volta de 10.000.000 (dez milhões) de torcedores, o que o coloca entre os cinco maiores clubes, em número de torcedores, no país, tendo superado o Flamengo, no ano de 2020, como o clube carioca com a maior quantidade de sócios-torcedores, alcançando também a liderança nacional (tornando-se o mais querido do Brasil em número de sócios-torcedores).