Maior invencibidade do Vasco, tendo o mando de campo, pela Copa Libertadores da América

De 18/04/1990 a 12/08/1998, o Vasco conseguiu a sua maior sequência sem perder na Libertadores da América (e em todas as competições sulamericanas que já disputou), tendo o mando de campo, um total de 12 jogos, sendo 8 vitórias e 4 empates.

Jogos do Vasco consecutivos sem perder tendo o mando de campo da partida pela Copa Libertadores da América:

30/08/1985: Vasco 0 x 2 Ferro Carril (Argentina) (última derrota em casa, antes da sequência de 12 jogos sem perder dentro dos seus domínios)

18/04/1998: Vasco 0 x 0 Grêmio (RS) (início da sequência invicta de 12 jogos dentro de casa)

24/04/1990: Vasco 2 x 0 Cerro Porteno (Paraguai)

27/04/1990: Vasco 1 x 0 Olímpia (Paraguai)

08/08/1990: Vasco 0 x 0 Colo-Colo (Chile)

22/08/1990: Vasco 0 x 0 Nacional (Colômbia)

26/03/1998: Vasco 3 x 0 Grêmio (RS)

03/04/1998: Vasco 2 x 0 Guadalajara (México)

09/04/1998: Vasco 1 x 1 América (México)

15/04/1998: Vasco 2 x 1 Cruzeiro (MG)

06/06/1998: Vasco 1 x 0 Grêmio (RS)

16/07/1998: Vasco 1 x 0 River Plate (Argentina)

12/08/1998: Vasco 2 x 0 Barcelona (Equador)

21/04/1999: Vasco 2 x 4 Palmeiras (quebra da sequência invicta de 12 partidas dentro de casa na Libertadores da América)

Maior invencibidade do Vasco, tendo o mando de campo, pela Copa Sulamericana

Pela Copa Sulamericana, o Vasco permaneceu 11 jogos invicto atuando em casa, de 12/09/2007 a 28/10/2020, totalizando 10 vitórias e 1 empate. Ao todo, na história da competição, foram realizados 14 jogos dentro de casa, com 10 vitórias do Gigante da Colina, 2 empates e 2 derrotas.

Todos os jogos do Vasco dentro de sua casa pela Copa Sulamericana:

27/08/2003: Vasco 1 x 1 Grêmio (RS)

06/09/2006: Vasco 0 x 1 Corinthians (SP) (primeira derrota do Vasco em casa, desde a sua primeira participação na Copa Sulamericana, no ano de 2003)

12/09/2007: Vasco 2 x 0 Atlético (PR) (início da sequência do Vasco da Gama de 11 partidas sem perder em casa pela Copa Sulamericana)

26/09/2007: Vasco 3 x 0 Lanús (Argentina)

24/10/2007: Vasco 1 x 0 América (México)

13/08/2008: Vasco 3 x 1 Palmeiras (SP)

11/08/2011: Vasco 2 x 0 Palmeiras (SP)

26/10/2011: Vasco 8 x 3 Aurora (Bolívia)

09/11/2011: Vasco 5 x 2 Universitário (Peru)

23/11/2011: Vasco 1 x 1 Universidade do Chile

09/08/2018: Vasco 1 x 0 LDU (Equador)

05/02/2020: Vasco 1 x 0 Oriente Petrolero (Bolívia)

28/10/2020: Vasco 1 x 0 Caracas (Venezuela)

03/12/2020: Vasco 0 x 1 Defensa y Justicia (Argentina) (fim da sequência do Vasco da Gama de 11 partidas sem perder em casa pela Copa Sulamericana)

As eleições para presidente do Vasco ao longo da história (das eleições diretas ao retorno às eleições diretas)

De 1898 a 1921, os presidentes do Clube de Regatas Vasco da Gama eram escolhidos de forma direta pelos seus sócios, da eleição de Francisco Gonçalves Couto Júnior (1898) à eleição de Antônio de Almeida Pinho (1921), um total de 21 presidentes diferentes. A partir de então, os presidentes do clube foram eleitos de forma indireta, pelos conselheiros do clube, um total de 23 presidentes diferentes. Em 2020, a eleição para presidente do Vasco da Gama voltou a ser de forma direta, tomando posse em 2021 o quadragésimo quinto presidente da história do Gigante da Colina, o vigésimo segundo através de eleição direta.