As passagens de Romário pelo Vasco da Gama

Romário teve 4 passagens pelo Vasco da Gama, clube que o revelou. O seu primeiro período como jogador vascaíno foi de 1981 a 1988, inicialmente como jogador da base até 1985, ano em que estreou no time profissional, tendo sido bicampeão do Estadual do Rio de Janeiro em 1987/1988. O seu segundo vínculo com o Gigante da Colina foi de 1999 a 2002, período em que se destacam as conquistas da Copa Mercosul e do Campeonato Brasileiro, ambas no ano 2000. Entre 2005 e 2006, uma nova relação entre Romário e o Time da Virada foi construída, tendo se destacado nesse intervalo mais uma artilharia do Brasileirão, com 22 gols e 39 anos de idade (o artilheiro com mais idade da competição). No seu quarto e último contrato como jogador de futebol do Time da Cruz de Cristo, que vigorou de 2007 a 2008, o baixinho alcançou os 1000 gols na carreira, em cobrança de pênalti, em jogo disputado em São Januário diante da equipe do Sport (PE). Foram 4 passagens vitoriosas do baixinho Romário pelo Machão da Gama.

Centro de Memória do Clube de Regatas Vasco da Gama

Um dos mais modernos do mundo e pioneiro no Brasil, o Centro de Memória do Clube de Regatas Vasco da Gama foi inaugurado em 2016 e é responsável por preservar a riquíssima história vascaína, que é de inclusão e vai dos portugueses aos negros e dos operários à inclusão da mulher, documentada ao longo de mais de um século e que continua a ser escrita diariamente, nos mais diferentes esportes praticados no clube. O Gigante da Colina está no nível de Boca Juniors e do Barcelona em preservação e digitalização do seu acervo.

O primeiro patrocínio da história do Vasco da Gama

Hoje em dia é muito comum um clube de futebol ter vários patrocinadores em seus uniformes, como na camisa (frente e costas), na manga e no calção, mas nem sempre foi assim. No início, o futebol era um esporte amador e só muito tempo depois da profissionalização tornou-se possível aos clubes de futebol terem patrocínios nos seus uniformes. O primeiro patrocínio do Vasco da Gama só aconteceu no ano de 1983, a empresa Bandeirante Seguros apoiava a equipe. Um dos patrocínios mais famosos foi o da Coca-Cola, que apoiou o time entre os anos de 1987 e 1994, época do bicampeonato do Estadual do Rio de Janeiro em 1987/1988, do título do Brasileiro de 1989 e do tricampeonato do Campeonato Carioca em 1992 (de forma invicta), 1993, 1994, tendo a Finta sido a fornecedora do material esportivo, nesse período áureo do Vasco.

Roberto Dinamite e Romário: uma vida dedicada ao Vasco

Roberto Dinamite estreou no profissional do Vasco em 1971 e fez o seu último jogo com a camisa do clube em 1993, 22 anos entre o jogo de estreia e o jogo de despedida no Gigante da Colina.

Romário estreou no profissional do Vasco em 1985 e fez o seu último jogo com a camisa do clube em 2008, 23 anos entre o jogo de estreia e o jogo de despedida no Gigante da Colina.