“Vasco da Gama, religião”

O Clube de Regatas Vasco da Gama tem fortes raízes espirituais e religiosas, em um país de grande tradição cristã e católica. A Cruz de Cristo, da Caravela de Vasco da Gama, representa o sofrimento de Jesus Cristo na cruz, mas principalmente a sua glória pela ressurreição e era comumente estampada nos navios lusos, para proteção nas longas e solitárias viagens marítimas, na época das grandes navegações portuguesas. Já a Capela localizada dentro do Estádio de São Januário (Estádio Vasco da Gama), representa a devoção a Nossa Senhora (Nossa Senhora das Vitórias), padroeira do clube. O Estádio de São Januário, como é popularmente conhecido, remete ao Santo da Igreja, São Januário, que foi bispo na Itália e após a sua santificação, passou a ser considerado como o protetor da peste. Outro santo relacionado à história do clube, é São Cristóvão (que significa aquele que carrega Cristo e é o Santo protetor da peste e dos viajantes, protetor dos raios e das tempestades), que dava nome ao bairro do Estádio de São Januário, que por conta de alteração legislativa, passou a se chamar Bairro Vasco da Gama. O Estádio do Vasco, que já sediou uma grande missa campal, para milhares de pessoas, tem, inclusive, uma bela vista para o Cristo Redentor, que é uma referência significativa da fé do povo carioca e brasileiro.